Página de divulgação das ações da Secretaria de Cultura do município do RIO GRANDE RS.

quinta-feira, 23 de março de 2017

SÍTIO FERROVIÁRIO É TEMA DE REUNIÃO NA PREFEITURA


O Executivo Municipal esteve reunido com uma comissão de alunos e professores da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL). Sob a coordenação da professora Ana Oliveira, os discentes apresentaram algumas diretrizes para a área da antiga Estação Férrea de Rio Grande no Salão Nobre da Prefeitura. 

O projeto prevê três escalas de atuação: Município, proposta de zoneamento vinculada a políticas de interesse cultural, social e ambiental; Entorno, proposta de setorização dos focos de interesse cultural e zona de amortecimento, que envolve o conjunto proposto e Estação, proposta de preservação e regulamentação das intervenções no setor concebido para o antigo Sítio Ferroviário e entorno imediato. 

Um estudo sobre a Estação do Cassino, antiga estação de trem Vila Siqueira, foi entregue à Superintendente do Ponto de Cultura ArtEstação, Célia Maria Pereira, na oportunidade. O secretário de município da Cultura, Ricardo Freitas, esteve presente na reunião, que contou, ainda, com a participação do representante do Instituto dos Arquitetos do Brasil, Guilherme Dias, e do prefeito municipal Alexandre Lindenmeyer. Segundo Freitas, a parceria com a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de Pelotas (FAURB) foi alinhavada no ano passado e, dentre outras ações, permitirá a realização de estudos e avaliações técnicas sobre o patrimônio histórico do município.


quarta-feira, 22 de março de 2017

QUITANDA CULTURAL TERÁ EDIÇÃO ESPECIAL NO SÁBADO


No próximo sábado (25) a Secretaria de Município da Cultura realizará uma edição especial da Quitanda Cultural. Dessa vez, em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande. Em conjunto com a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEXC), com a Diretoria de Arte e Cultura (DAC) e com a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), a feira ocorrerá das 10h às 17h e terá a participação da Trilha Multicultural.

Como de costume, o projeto ocupará a Praça Xavier Ferreira com muita arte, antiguidades, livros e artesanato. Com o objetivo de proporcionar um espaço de troca de experiências, mostra de projetos de extensão, cultura e assistência estudantil, a Trilha organizará espaços para a promoção da agricultura urbana, da economia solidária e para a realização de oficinas.

O evento faz parte das comemorações alusivas aos 280 anos do município do Rio Grande e integra a programação do Março Lilás – Nenhum direito a menos. Em abril, a Quitanda Cultural retoma a sua programação normal, sendo realizada nos primeiros dois sábados do mês, nos dias 1º e 8 de abril.



terça-feira, 21 de março de 2017

AFRO-MULHER INICIA HOJE, NO QUIOSQUE DA CULTURA


Após o retorno positivo do público, as Ongs Boneca Rana e Águas do Sul decidiram dar continuidade às atividades culturais realizadas no período de veraneio em parceria com a Secretaria de Município da Cultura. Intitulado Afro-Mulher, o novo projeto visa à promoção da cultura e da beleza da mulher negra, através de rodas de conversas e oficinas. Os eventos corroboram com a programação organizada pela Prefeitura Municipal do Rio Grande, o Março Lilás, e possuem o apoio da Secretaria de Município da Cultura. As atividades iniciam nesta terça-feira (21), com a Roda de conversa Enturbantada e seguirão até o final do mês.

Confira, abaixo, a programação completa:

21/03, às 20h, Roda de conversa Enturbantada*

23/03, às 20h, Oficina de bonequinhas

28/03, às 20h, Oficina de fotografia**

30/03, às 20h, Oficina de automaquiagem para a pele negra

* levar lenços
** levar celular com câmera

O Quiosque da Cultura está localizado na avenida Rio Grande, próximo ao Cine Dunas. Inscrições e maiores informações sobre o evento pelo número 53 981082550.

segunda-feira, 20 de março de 2017

VERÃO CULTURAL: DIVERSIDADE, DESCENTRALIZAÇÃO E ABRANGÊNCIA


São grandes as dificuldades. Maiores, ainda, os desafios, mas com uma gestão responsável e transparente seguiremos avançando na construção de uma política pública para a cultura do Rio Grande. O artigo foi publicado nas edições impressa e on-line (18/03 e 19/03) do Jornal Agora.

sexta-feira, 17 de março de 2017

SEMINÁRIO INTERNACIONAL 280 ANOS DA FUNDAÇÃO DA CIDADE DO RIO GRANDE


Do dia 30 de março ao dia 1º de abril, a Secretaria de Município da Cultura (Secult), a Biblioteca Rio-Grandense e a Academia Rio-Grandina de Letras realizarão o Seminário Internacional 280 Anos da Fundação da Cidade do Rio Grande. As ações acontecerão no Auditório do prédio da Alfândega (Receita Federal), no Salão de Leitura da Biblioteca Rio-Grandense e no Salão Nobre da Prefeitura.O caráter internacional deve-se à participação do professor Reto Monico, da Universidade de Genebra, que irá compor uma mesa-redonda por meio de teleconferência.  

De acordo com o secretário de município da Cultura, Ricardo Freitas, o objetivo do Seminário é rememorar a história da cidade, lembrando a importância que o município tem para a região, estado e país, uma vez que Rio Grande foi palco de importantes disputas que decidiram rumos da história na região.As inscrições para participar do Seminário podem ser feitas na hora e todas as ações são gratuitas. A organização disponibilizará certificado de participação no evento. O Seminário conta com o apoio da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e da Receita Federal.

30 de março – quinta-feira

Tarde (Auditório do prédio da Alfândega):

13h – Inscrições

14h30 – Abertura

15h – Palestra “O Rio Grande de São Pedro: entre a fé e a razão” – Miguel Frederico do Espírito Santo (Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul)

16h30 – Palestra “Do imaginado ao realizado: a cidade do Rio Grande entre as disputas coloniais” – Anselmo Alves Neetzow (Furg)


31 de março – sexta-feira

Manhã (Salão de leitura da Biblioteca Rio-Grandense):

10h – Exposição “O bicentenário da Fundação do Rio Grande”

Tarde (Auditório do Prédio da Alfândega):

14h – Mesa-redonda – “O bicentenário da Fundação do Rio Grande e o seu contexto histórico” – Reto Monico (Universidade de Genebra”, Francisco das Neves Alves e Luiz Henrique Torres (FURG)

16h – Palestra “Um olhar sobre Rio Grande do século XVIII: da fundação à reconquista” – Luiz Henrique Torres (FURG)

 1º de abril – sábado

Manhã (Salão de leitura da Biblioteca Rio-Grandense):

10h – Exposição “O bicentenário da Fundação do Rio Grande”

Tarde (Salão Nobre da Prefeitura Municipal do Rio Grande):

14h – Sarau literário “O Rio Grande em poesia” – Academia Rio-Grandina de Letras comemorando o seu 36º aniversário

15h30 – Lançamento do livro “De crayon à mão: a arte caricatural de Thadio Alves de Amorim”

16h – Palestra “Rio Grande Caricato” – Francisco das Neves Alves (FURG).

quinta-feira, 16 de março de 2017

SALA MULTIUSO RECEBE EXPOSIÇÃO COLETIVA INTERNACIONAL


Nos meses de março e abril, a Sala Multiuso será a casa de arte-educadores do mundo inteiro! A exposição coletiva, internacional e itinerante Religare reúne trabalhos de artistas, professores e professoras de diversas nacionalidades, sob a curadoria de Fabiane Pianowski, no prédio da Prefeitura Municipal do Rio Grande. São 20 trabalhos, nos formatos virtual e físico, disponíveis para a visitação da comunidade rio-grandina até o dia 6 de abril, das 13h às 18h, exceto nos finais de semana. A abertura da exposição ocorreu na noite de quinta-feira (16).






ABERTURA DA EXPOSIÇÃO RELIGARE NA SALA MULTIUSO

Será inaugurada nesta quinta-feira (16), às 20h, na Sala Multiuso, a exposição coletiva, internacional e itinerante Religare, que reunirá trabalhos de arte-educadores de diversos países, sob a curadoria da também arte-educadora Fabiane Pianowski. A mostra faz parte do projeto Miradas Enredadas Networking Glances e conta com a participação de professores e artistas de todos os âmbitos de ensino com 20 trabalhos nos formatos virtual e físico. Participam da exposição os artistas Alfonso Del Río, Almir da Silva, Ángeles Saura, Emilia Demichelis, Inmaculada Del Rosal, José Maria Diaz Ligueri, Puñal, Lea Zumpano, Luigia Cardarelli, Luis Fores, Mafaldo Jr, Marcos Rizolli, Marileusa Reducino, Moan Lisa, Norberto Stori, Raul Albanece, Renata Solimini, Tulio Restrepo, Yolanda Spínola-Elías e Zully Aldana.

A atividade é uma ação conjunta da Secretaria de Município da Cultura, da Universidade Federal do Rio Grande, através da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura e da Diretoria de Arte e Cultura, e da Universidade do Vale do Rio São Francisco. As visitações são gratuitas e ocorrerão até o dia 6 de abril, das 13h às 18h. A Sala Multiuso está localizada no prédio da Prefeitura Municipal do Rio Grande.

O TRAÇO DE CARLOS LATUFF NO PRAÇA RIO GRANDE SHOPPING


A exposição “O feminismo na arte” foi inaugurada na quarta-feira (15) e seguirá disponível para visitação até o dia 31/03. Parada obrigatória para quem passar pelo local!



quarta-feira, 15 de março de 2017

LATUFF REALIZA EXPOSIÇÃO NO PRAÇA RIO GRANDE SHOPPING

A Prefeitura Municipal do Rio Grande, por meio da Secretaria de Município da Cultura e do Centro Municipal de Cultura Inah Emil Martensen, inaugura no dia 15/03, a exposição “O Feminismo na Arte, de Carlos Latuff”, no Praça Rio Grande Shopping.

Carlos Henrique Latuff de Sousa é um chargista e ativista político brasileiro, que iniciou sua carreira como ilustrador em 1989, numa pequena agência de propaganda situada no centro do Rio de Janeiro. Tornou-se cartunista depois de publicar sua primeira charge num boletim do Sindicato dos Estivadores, em 1990, e permanece trabalhando para a imprensa sindical até os dias de hoje. Com o advento da internet, Latuff deu início ao seu ativismo artístico, produzindo desenhos copyleft, que são utilizados por movimentos e manifestações em vários lugares do mundo.

Esta mostra pretende buscar o olhar do artista para as causas femininas e provocar a reflexão sobre questões como a violência, o trabalho e os direitos das mulheres. A exposição integra a programação do Março Lilás, que tem como slogan “Nenhum direito a menos” e estará aberta à visitação até o dia 31/03 no horário de funcionamento do shopping.

terça-feira, 14 de março de 2017

PROJETO EU AMO LER FOMENTA A LEITURA NOS ESPAÇOS PÚBLICOS DO MUNICÍPIO


Fomentar o livro, a leitura e a literatura. Essa é a proposta do projeto Eu Amo Ler da Secretaria de Município da Cultura. Com este objetivo, o núcleo responsável por esta pauta na secretaria esteve na Praça Xavier Ferreira, onde foi realizada uma feira de troca de livros em parceria com a Biblioteca Rio-Grandense e com o Sesi.

A atividade aguçou a curiosidade e o interesse de rio-grandinos e rio-grandinas que não mediram esforços para participar do encontro. Como as aposentadas Neida Cosme e Gloria Vieira, que trouxeram seis livros para troca. A primeira, disse ter se encantado pelo universo da literatura ainda na infância, após ter lido As aventuras de Robinson Crusoé, do escritor britânico Daniel Defoe. “Achei a iniciativa muito boa. Li a notícia em um jornal local e não hesitei em participar. Creio que seja uma maneira de aproximar o livro e a literatura da população”, salientou.

Adão José dos Passos, estivador aposentado, justifica o argumento de Neida. Morador do bairro Getúlio Vargas, ele se deslocou de bicicleta até a Praça Xavier Ferreira apenas para efetuar as suas trocas. Participante assíduo de feiras de trocas de livro, como a realizada pelo projeto Socializando a Leitura, da Universidade Federal do Rio Grande, na Quitanda Cultural, ele comenta ser essa a única oportunidade de renovar a sua biblioteca “Sempre gostei de ler e essa é a maneira que encontrei de ter acesso às obras literárias. Livros novos são muito caros e, nem sempre, consigo adquirir”, diz.

De acordo com Luciana Gepiak, Assessora de Literatura da Secult, após o retorno positivo da comunidade logo na primeira edição do projeto a proposta será reavaliada junto ao Núcleo do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas Públicas da secretaria. A expectativa é que possa ser realizada quinzenalmente. A próxima edição do projeto Eu amo Ler será realizada no dia 27/03.




















segunda-feira, 13 de março de 2017

HORTO MUNICIPAL DO CASSINO RECEBE ESCULTURA DO PROJETO TRANSFORMARTE

Mulher, artista plástica e professora. Essa é Elis Regina Gentil, que até no nome carrega a aura de artista. Graduada em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), a rio-grandina de 51 anos é a autora da escultura “K de o povo” instalada no Horto Municipal do Cassino. Esculpida em madeira, a obra faz parte do projeto Transformarte: Transformando madeira em arte - ação transversal da Prefeitura Municipal do Rio Grande, através das secretarias de município da Cultura, do Meio Ambiente e de Controle e Serviços Urbanos.

O projeto Transformarte: Transformando madeira em arte incentiva a conservação e a sustentabilidade do meio ambiente através da arte, convocando artistas vinculados à área das Artes Visuais para esculpir troncos de árvores tombadas por temporais ou por supressão de espécies mortas, aprovadas pela legislação 6332/2009 do Plano Diretor de Arborização Urbana. A chamada pública ocorreu no final do ano passado. A obra está disponível para visitação no Horto Municipal do Cassino, às quartas-feiras e aos sábados, das 8h30 às 11h e das 13h30 às 17h. O local está situado na rua Antônio Batista das Neves, entre as ruas José Salomão e Jovem Airton Porto Alegre.